Foto: BoF

Quando a moda vai muito além das passereles e do street style, consegue seduzir-me mais ainda. Confesso que ainda não olhei para a #LFW mas apercebi-me que a bandana branca foi uma constante na semana da moda Nova Iorquina. Mas, desta vez, muito mais do que uma tendência, é o começo de um movimento social. Mas o que significa afinal a bandana? 

O movimento #TiedTogether é daqueles com que me identifico totalmente. Criado pela Business of Fashion, vai super de acordo com o que vos falei neste post, sobre o feminismo e a igualdade entre todos os humanos (não só de géneros!). O que se quer com isto? Mostrar que estamos todos ligados, numa onda de solidariedade, humanidade e sociedade inclusiva. Mais do que nunca, estamos a passar por uma fase que necessita este tipo de iniciativas. 
Uma bandana branca presa na mala, atada no pulso, à volta do tornozelo ou até do pescoço será um sinal de que "acreditamos no que liga toda a humanidade - independentemente da raça, da sexualidade, do género ou da religião". Phillip Lim, Tommy Hilfiger, DVF, Raf Simons na Calvin Klein, Prabal Gurung combinaram esta tendência nas suas colecções. A Aimee partilhou-o várias vezes na NYFW, tal como a Gigi ou a Bella Hadid. 

E pode parecer um ato simples, mas why not? Acredito - mais do que nunca - que passar a palavra e os nossos ideais pode realmente mudar o mundo. Se mudarmos e partilharmos com uma pessoa, que seja, já estamos a influenciar o mundo, de alguma forma. 

Como é que podem apoiar este movimento? Usem uma bandana branca, fotografem, partilhem. A hashtag #TiedTogether está a ser usada para partilhar todo o apoio pelo mundo fora - e para que nós também o possamos fazer. Registem-se no site Tied Together e fiquem a par de todo o movimento. E no final de tudo, lembrem-se: não somos todos iguais nem vivemos todos com os mesmos direitos. Mas deveríamos ser todos iguais e viver todos sob os mesmos direitos.

Enviar um comentário

Contact

Com tecnologia do Blogger.

Instagram - @mafalda_beirao

© 2008-2017 MALMEQUER