Na última parte da minha saga por Nova Iorque - nem acredito que demorei quase 6 meses a conseguir publicar tudo o que vivi e sinto sobre a minha cidade - quero dar-vos a conhecer pequenos sítios ou experiências que acho que têm que ter quando estão por lá.

Para aqueles dias em que o turístico já está feito, já está riscado da lista e querem um dia diferente... Deixo-vos 5 coisas que acho que não podem mesmo perder.

#1. // O apartamento da Carrie e o prédio de Friends - NYC é a cidade dos filmes. Se olharem à volta, vão encontrar cenários de vários filmes diferentes e vão identificar tudo porque já viram, algures, no cinema ou numa série.

Para os amantes de Sex and The City, é impossível não ir até à 64 Perry St, New York, para tirarem uma foto em frente à porta da Carrie - mas não se iludam, as escadas estão fechadas com uma corrente. Mas não deixa de ser bonito. Por outro lado, se são fãs da primeira série com um grupo de amigos, Friends, só têm que andar mais um pouquinho até 90 Bedford St, New York e encontram a fachada do prédio.

Ambas ficam pela mesma zona e, honestamente, foi uma das minhas zonas favoritas de Nova Iorque. Foi também, por aqui, que comprei a minha vela Mimosa numa das boutiques Diptyque. Está recheada das nossas lojas favoritas!

#2. // O Chelsea Market e o Highline - Se estiverem numa de andar, saiam do prédio de Friends e andem uns 10 minutinhos até à zona de Chelsea. É aqui que vão encontrar o Chelsea Market - uma espécie de Mercado de Campo de Ourique, onde podem comer de tudo um pouco e ainda encontram todo o tipo de lojas. É um espaço super giro que atravessa da Oitava à Décima Avenidas.

Na saída norte do Chelsea Market, encontram o Highline - um espaço de convívio ao ar livre. Tem alguns espaços verdes mas, acima de tudo, muitos carrinhos de comida (onde comi as melhores ice cream sandwiches do Melt), animação de rua e imenso espaço para estarem apenas sentados a conviver. Super giro para relaxar depois de passearem na cidade!

#3. // As Sephoras - OMG, as Sephoras... Não vos consigo explicar a dimensão de cada loja e o facto de existirem tantas, umas tão próximas das outras. Todas as marcas fetiche que queremos sempre ter e comprar online, estão lá. E não se deixem ficar apenas por uma - o que não há numa irão, certamente, encontrar noutra uns blocks acima. Mas preparem-se: as filas são sempre longas e intermináveis. A sorte é que, pelo caminho, podem testar tudo e mais alguma coisa, sem qualquer restrição!

As minhas favoritas? A da 9th Avenue (pertinho do Chelsea Market!) e a do Union Square, que é enorme! 

#4. // A Grand Central Station - Foi o primeiro sítio turístico com que me cruzei. Por não estar a dormir em Manhattan, tinha que ir de comboio para a cidade e foi aqui que senti, pela primeira vez, que estava em Nova Iorque. Sim, é inevitável não ter o discurso de Gossip Girl na cabeça e não pensar na Selena. Mas é tudo, tão grande, com tanta coisa para olhar... Um encanto puro. E acho que, regresse as vezes que regressar, este será sempre dos locais mais especiais para mim.


#5. // O Jimmy Fallon - O maior aperto do meu coração durante toda a viagem... Para quem não sabe, os bilhetes para assistir ao Late Night With Jimmy Fallon são gratuitos e são postos no site do programa um mês antes... Ou seja, quando eu fui em Junho, tinha bilhetes em Maio. A questão é que eles desaparecem, literalmente, em segundos. Eu tinha alarmes prontos para não me esquecer e tinha a página já aberta para ser tudo mais rápido - já com o meu registo no site feito! Demorei dois minutos e, adivinhem...? Fiquei em waitlist - o meu coração parou porque não tinha conseguido bilhetes...

Procurei na internet e toda gente que esteve em waitlist conseguiu entradas - isto porque eles não se podem dar ao luxo de ter uma sala vazia, então as desistências são sempre ocupadas por quem está em waitlist, o que me descansou. Fomos para lá a confiar na nossa sorte mas, a mesma, falhou-nos e não tivemos entradas. E era só o dia em que a Madonna e o Obama iriam estar lá - ps: não sabem previamente quem são os convidados!

Podíamos ter esperado à porta, no dia - há sempre quem desista à última da hora e dão os bilhetes a quem está na fila, pela ordem de chegada. Mas será que compensa perder um dia de turismo para estar numa fila das 9h às 15h? Nós achámos que não. E ficamos com a esperança de conseguir na próxima vez!

E assim dou por terminada a saga NYC. Deu para perceber que amei a cidade, certo? E que encontrei aquela que considero ser a MINHA cidade. Agora é só voltar ao #ProjectoPéDeMeia e tentar voltar o mais rápido possível. <3




2 comentários

  1. Que inveja. Parece ser um sonho um dia poder ir visitar essa cidade que mostra ser tão mágica. As fotos estão fantásticas!
    Beijinhos

    Blog: Concha

    ResponderEliminar

Contact

Com tecnologia do Blogger.

Instagram - @mafalda_beirao

© 2008-2017 MALMEQUER