Sempre que penso em trazer um filme ao Malmequer, penso sempre no mesmo discurso: tenho de ver mais filmes. E embora me tenha forçado a tal nos últimos tempos, faz-me falta ver mais e mais filmes. 
Trago-vos quatro que vi nos últimos tempos e que merecem ser partilhados. 
1. Don Jon - Aqui tenho que ser honesta... Adoro o Joseph Gordon-Levitt e adoro a Scarlett Johansson e foi apenas e só isto que me motivou a ver o filme. É o primeiro filme realizado pelo actor e fala de uma personagem que vive uma vida objectivada. Carro, ginásio e pornografia fazem o seu dia-a-dia. Até conhecer a Barbara que poderá mudar tudo. É um filme bom - demasiado explícito por vezes - mas para o qual tinha expectativas mais elevadas. Ainda assim, não deixa de ser um bom filme e que merece ser visto! 

2. Blue Jasmine - Aqui a motivação foi o Woody Allen. Polémicas à parte, é dos meus realizadores favoritos e não podia deixar de ver mais um dos seus filmes. Se é o meu favorito? Não, nem de perto, mas só por ser Woody Allen merece ser visto. Trata de uma socialite que passa do mundo de riquezas e excessos para a mediocridade. Vai depender da bondade da irmã, sempre com o fardo da criminalidade do ex-marido. Com uma óptima prestação da Cate Blanchett e um relato exímio de toda a situação que a personagem vive, não é, para mim, o maior êxito de Allen. Achei-o chato, uma comédia demasiado nonsense e sem grande capacidade de me prender ao ecrã. Mas, nem que seja pela nomeação ao Óscar, porque não vê-lo?

3. Dallas Buyers Club - Dos quatro filmes nomeados que me propus a ver (aqui) este foi o único que realmente vi. E valeu tanto a pena... Como um homem desprezível passa a uma personagem tão carismática a partir do momento em que a vida louca de cowboy lhe traz um fardo para a vida. Na busca de uma cura para a SIDA, luta pelo seu direito de sobrevivência e contra o estigma sobre a doença e a sua ligação à orientação sexual. De realçar a excelente prestação de Jared Leto que me surpreendeu - imenso - pela positiva! Porque ser bom actor não é só perder 30 kg para uma personagem - e este filme é prova disso!

4. Her - Foi o último dos quatro que vi e foi mesmo fruto das redes sociais. Tanto o vi ser partilhado, com tão boas críticas que me rendi a ele. Afterall, mesmo que seja só uma voz, a Scarlett aparece novamente! É um filme triste, melancólico e que nos faz pensar nas relações. Ao mesmo tempo, mostra-nos o quão evoluídas as coisas podem ser e como a nossa vida pode ser, facilmente, absorta nas tecnologias. Uma relação com uma voz, graças a um novo sistema operativo com inteligência artificial. Explora a solidão no seu máximo, com uma fotografia óptima! Deixa-nos a pensar nas nossas relações... Não consigo escolher, destes dois últimos, qual o meu favorito.

15 comentários

  1. Desses, ainda não vi o Dallas. Mas o que me leva a comentar é o Don Jon. E acho que é muito similar com o Her - nalguns aspectos. Principlamente no até que pontos nos afastamos e criamos laços com não pessoas que parecem pessoas - no caso dos filmes - ou que soam como pessoas- no caso do sistema operativo.

    Tanto como noutro filme a persoangem principal diz que sente mais empatia com os estímulos asrtificiais que recebe. É bastante pessoal com Don Jon diz que o sexo nunca o preenche tanto como quando se estimula sozinho.

    Não estamos nós condenados a criar expectavias alimentadas por videos, filmes, livros, que nucna vamos encontrar na vida real?

    Ah, e ambos tem a Scarlet. e isso é sempre bom.

    ResponderEliminar
  2. Ainda não vi nenhum e estou curioso com todos! Boas sugestões :)
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  3. Vi os três primeiros, e tenho que dizer que concordo precisamente com as tuas opiniões, foi tal e qual o que senti. O Dalla's vi-o até por influência do teu post.

    <3
    http://zazzish.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Já vi todos os 4, o Her é o meu preferido, mas o Dallas também me ficou no coração. Quanto aos outros estava à espera de mais de qualquer um e a Cate <3

    ResponderEliminar
  5. Desculpa-me (ou não) detesto a Scarlett está óptima no papel do DON JON. Exactamente o que ela é. No HER existem milhões de vozes tão boas não podiam escolher outra seriously? De resto adoro o Spike Jonze e tudo o elenco adorei mesmo o filme vale a pena reflectir.

    ResponderEliminar
  6. Desses só não vi ainda o Don Jon, mas está na minha lista. O Blue Jasmine adorei, nem que seja porque adoro os filmes do Woody Allen e a Cate Blanchett. O famoso guarda-roupa sobre o qual tanto se falou também ajudou, devo confessar.
    Quanto ao Dallas Buyers Club acho que tinha as expectativas demasiado elevadas, porque não fiquei assim tão fascinada quanto a maioria das pessoas. É um bom filme, claro, mas não está nos meus favoritos. Já o Her correspondeu a todas es expectativas, amei! O meu preferido, sem dúvida. ***

    ResponderEliminar
  7. Ao ler o teu post percebi o quanto estou atrasada na minha listagem pré-óscares. Tento ver sempre todos os nomeados até à grande noite e este ano ainda só vi o Blue Jasmin, do qual subscrevo totalmente a opinião da Cat. O 12 Anos Escravo que vale muito a pena e o Gravidade que não consigo perceber porque está nomeado.

    Ainda vou tentar ver um ou dois até domingo à noite.

    Beijinhos e bons filmes:)

    ResponderEliminar
  8. Dos filmes nomeados para os óscar, que aqui falas vi o Dallas e o Her (por esta ordem) e a preferência passou do Dallas para o Her, mas entretanto vi o The Broken Circle Breakdown e fiquei completamente rendida... O trailer não adianta muito mas vê, tenho a certeza que vais gostar... Comovente, uma história de amor e as tatuagens dela que a fazem ser tão sexy... O The Hunt também é mt mt bom!! Apesar de ainda só ter visto trechos do filme A Grande Beleza, deu para ver que tem uma fotografia imensa!

    ResponderEliminar
  9. Adorei o Her! Muito boa a história e todo o enredo!
    Vou ver o Dallas Buyers Club :)

    ResponderEliminar
  10. Já vi dois desses filmes, e este fim-de-semana tenho programado os outros dois (este bem que podia ser o teu «things to do this weekend»). Curiosamente, o Blue Jasmine foi um filme diferente para mim... concordo com o facto de por vezes ser difícil prender-te ao ecrã, mas a história é tão boa! Um mulher deprimida, e com alucinações, completamente desajustada da realidade (que ainda pensa que tem dinheiro e que vive bem)... e a Cate, absolutamente espectacular!
    O Her, que tem uma fotografia FANTÁSTICA, cativou-me pela reflexão sobre os valores interpessoais e as relações humanas, e sobretudo, pela personagem do Joaquin Phoenix, que escreve cartas lindas (acho que vou voltar a rever, só para tirar nota), e no fundo, é um fofo. Destes dois, Her, sem dúvida... <3

    ResponderEliminar
  11. Já vi todos e tenho que me render ao blue jasmine, só não estava à espera do final, mas amei. O Don Jon achei um bocadinho blahhh, n gostei muito, cheguei mesmo a adormecer durante o filme, acho que houve ali algo que não ligou.

    ResponderEliminar
  12. Partilho a mesma opinião em relação ao Her e ao Blue Jasmine. E o último cheguei mesmo a achar aborrecido.

    ResponderEliminar
  13. Destes 4 ainda me falta ver o Blue Jasmine :) Ainda não tive aquele click para ver mas vou fazê-lo em breve :)

    ResponderEliminar
  14. dai so vi o dallas e adorei. eles os dois bem que mereceram o oscar!
    estou super curiosa para ver o her, e agora ainda mais!

    http://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Contact

Com tecnologia do Blogger.

Instagram - @mafalda_beirao

© MALMEQUER
Design by The Basic Page