Os cuidados de beleza cá por casa têm aumentado substancialmente nos últimos tempos. E a culpa disso é, em parte, a influência que este mundos dos blogs exerce em nós. Para quem gosta de ter cuidados consigo e de estar sempre bonitinha, o blog da Maria não passa ao lado, de certeza! 


Depois destes posts maravilhosos que o TBR nos deu sobre protecção solar (I, II & III), a Maria deu-nos a possibilidade de ir a um workshop da Lancaster. E não é que aprendi imenso durante a manhã de sábado?

Sabiam que os raios infravermelhos também prejudicam imenso a nossa pele? É verdade, principalmente porque penetram até à camada de pele onde está o colagénio e a elastina, responsáveis por manter as nossas pernocas firmes. E que os cremes de bebé têm aquele tom mais branco porque são mais ricos em factores químicos que permitem reflectir os raios solares? E que cada uma de nós têm um diferente fototipo que merece diferente atenção da nossa parte? Muitas das vezes compramos um protector solar sem ter em conta tudo o que precisamos - para onde vamos de férias, quais as horas de exposição solar, qual a textura que mais gostamos no protector.... E acreditem, trouxe de lá uma data de informação nova que para mim, que tenho a cor de uma lula, será extremamente útil. 
Além disso, fiquei maravilhada com os produtos Lancaster. A variedade de linhas, de texturas dentro de cada linha e de finalidades de cada produto é de ficar espantada. 


1. Sport Express Mist Water + Sweat Resist || 2. Sport Water + Sweat Resist Cream & Stick || 3. Sun Beauty Velvet Touch Cream Radiant Tan || 4. Sun Beauty Satin Sheen Oil Fast Tan Optimizer || 5. Legendary Tan

Estes são aqueles produtos que me ficaram debaixo de olho, pelos mais diversos motivos. Primeiro reparem que escolhi todos com SPF 30, o que acho mais indicado para o meu fototipo e é bom ver que todos os produtos da gama de verão da Lancaster abrangem um bom leque de SPF. Além disso, todos eles são estimuladores da produção de melanina, permitido que nos consigamos bronzear enquanto protegemos a pele - mesmo com um SPF elevado! 

Os dois primeiros, da linha Sport, são óptimos por serem mais resistentes à água e à transpiração. O primeiro tem uma textura tão suave que parece que o spray é agua! O segundo ganha imenso a minha curiosidade por ter uma aplicação (também) em stick, o que é óptimo para a cara e para as tatuagens! Já o terceiro foi que me deixou hesitante se o compraria ou não. Preciso de um creme de cara e este parece-me ser o ideal, até pela textura suave e tão fácil de espalhar. O quarto é a estrela da gama solar da Lancaster. É um óleo com SPF 30! Sim, leram bem - é um óleo bronzeador que protege tanto quanto o leite da mesma gama! Aqui quebram-se todos os estereótipos que o óleo só nos faz mal à pele e só nos queima - no literal sentido da palavra. No no, este bronzeia mas também nos protege ao mesmo tempo! Por último, o Legendary Tan é um óptimo after sun que nos hidrata a pele e prolonga ainda mais o tom douradinho da nossa pele, que é exactamente o que queremos, right

Percam um bocadinho de tempo a conhecer melhor a gama solar da marca. Não se vão arrepender. E pelo caminho, leiam (ou releiam) os posts que a Maria fez sobre o assunto. Vale a pena! 


Dare to tan?

9 comentários

  1. É uma marca que não conheço muito bem, aliás acho que nunca comprei nada deles, mas depois deste teu post fiquei curiosa especialmente pelo creme de cara que é onde fico sempre super vermelha mesmo com protector.

    ResponderEliminar
  2. Eu uso Piz Buin e Lancaster e confirmo a qualidade destes últimos.
    Para além de gostar da textura, adoro o cheirinho.

    ResponderEliminar
  3. Já usei solares da Lancaster e adorei.:D Este ano ainda não me decidi. ;)

    ResponderEliminar
  4. Por acaso nunca experimentei produtos da marca. Opto sempre por coisas mais baratinhas. É o que dá.

    ResponderEliminar
  5. Apesar de não ter nenhum da marca, o vosso workshop fez-me água na boca, deve ter sido incrível e fiquei curiosa em relação ao meu fototipo :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. tenho muita pena de não poder experimentar essas coisas todas boas, mas com os preços deles? no way jose! ****

    ResponderEliminar
  7. Ui!! É preciso ter muito cuidado com as informações que se recebe! E convém confirmá-las!

    Os raios infravermelhos não danificam nada... quanto muito aquecem! Não há nenhuma ligação directa com IV e radicais livres ou coisa que o valha. Por acaso a exposição a raios infra-vermelhos até aumenta a expressão de factores que auxiliam a regeneração da pele.

    Este creme da Lancaster é apenas mais um de muitos outros protectores solares.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andreia, obrigado pela correcção mas como deve compreender, após um workshop, eu confio a informação que me é transmitida por serem pessoas credíveis que a passam. Não faço questão de confirmar o que me é dito, porque assumo à partida que é correcto.

      Mas assim sendo, fui confirmar... E encontrei isto...:
      "The current research, published by several scientists and dermatologists, clearly reveals that IR radiation significantly damages the skin. In addition to the obvious heat effect of IR radiation, recent research has documented the formation of free radicals on the skin when exposed to IR rays.”
      Que faz parte deste artigo - http://www.shaathmeadows.com/images/Articles/March%202012.pdf - caso queira ler.

      Parece que a informação que me transmitiram até nem é desprovida de sentido...

      Eliminar
  8. Eu percebo. A questão é que, no que diz respeito a este tipo de produtos, eles querem vender o seu peixe. Como tal, fazem tudo parecer muito mais bonito e agradável ao comprador do que de facto é, o que é perfeitamente natural.

    Obrigada pelo link. Dei-me ao trabalho de verificar as fontes do artigo. De facto há estudos que mostram que há sobreexpressão de algumas proteínas, que são marcadores para danos celulares, e formação de radicais livres. No entanto também há artigos que demonstram que a radiação infravermelha leva à sobreexpressão de diversas proteínas que ajudam a melhorar a regeneração da pele (http://ebm.rsmjournals.com/content/228/6/724.full.pdf+html).

    Ou seja, ainda não está provado se há relação entre envelhecimento celular e radiação infravermelha. Ou se esta pode até trazer mais benefícios que malefícios, por exemplo. Ou se os danos são provocados pelo facto de este tipo de radiação provocar calor ou se por exposição directa à radiação.

    O que quero dizer com isto é que as marcas deviam ter mais cuidado com aquilo que passam para fora. Por exemplo, eles dizem que os cremes contêm factores que protegem o DNA dos radicais livres. O que os cremes contêm são vitaminas que ajudam na neutralização de parte dos radicais livres. No entanto, fazem o mesmo efeito que fazem algumas peças de fruta se as comermos antes e durante a exposição solar (principalmente frutos vermelhos, cenouras e maçãs).

    Infelizmente os protectores solares, apesar do avanço da ciência e dermatologia nos últimos anos, não são muito diferentes dos que tínhamos há alguns anos atrás. Os filtros UV melhoraram bastante, mas em termos da restante composição, os cremes de há 10 anos já tinham vitaminas! É tudo uma questão de Marketing ;)

    ResponderEliminar

Contact

Com tecnologia do Blogger.

Instagram - @mafalda_beirao

© MALMEQUER
Design by The Basic Page