Se os posts sobre as parcerias da H&M, das passadeiras vermelhas ou dos novos vernizes da Chanel se repetem à exaustão, também este pode ser repetido. E - embora não desgoste dos posts referidos - acho que a repetição deste tem muito mais sentido.


Eu quero acreditar que, enquanto lêem este post, já têm conhecimento sobre este senhor, o Joseph Kony. As publicações nos facebooks já são muitas e quero acreditar que todos vocês já perderam 29 minutos a ver o vídeo que pretende torná-lo famoso. Caso não o tenham feito, façam o que a Ana disse. Larguem o facebook, larguem os blogs, deixem de ver um episódio da vossa série favorita e vejam este vídeo. 



Se ainda assim não conseguirem vê-lo - seja por que motivo for - eu explico. 
O Joseph Kony é um guerrilha líder de um grupo chamado LRA, que defende que Deus enviou os seus espíritos para comunicar através do Kony. O pior é que este... nem podemos chamar-lhe senhor, mas enfim... Acha que esta mensagem deverá passar pelo rapto, mutilação e exploração de diversas crianças. E se acham que isto é só mais um desses casos que se fala todos os dias, não é. As dimensões são muito maiores e estima-se que tem 66000 crianças a “lutar para si”. 
Neste momento está desaparecido. As forças americanas já estão no Uganda com o fim de ajudar à sua captura. Mas é importante que esta mensagem seja transmitida e é aqui que eu posso ajudar.

Vejam isto. É importante que toda gente tenha noção da existência desta situação e que isto seja partilhado. É bom que isto esteja espalhado por todos os lados e que vejamos esta informação repetida até à exaustão. Se o virmos 2, 3, 10, 20, 320 vezes no facebook, twitter ou blogs, é bom, é sinal que a informação está a ser transmitida. Que o Joseph Kony está a ficar famoso e conhecido pelas atrocidades que faz.
Podemos não ser a maior ajuda e podem até existir outros interesses por trás de toda esta acção, mas ficar indiferente não é mesmo solução.

20 comentários

  1. Já tinha visto e fiquei horrorizada. Não tenho palavras para descrever a raiva que se instala quando penso que pessoas são presas por roubar um pão e há pessoas destas à solta.

    ResponderEliminar
  2. Não acho que se perca tempo a ver o vídeo, antes pelo contrário ;)

    ResponderEliminar
  3. quero ver sim. assim que chegar a casa clico no play. obrigada por partilhares e assim contribuires para que este tipo de informação se divulgue *

    ResponderEliminar
  4. babe, hoje de manhã vi pela primeira vez o vídeo, fiquei aterrorizada com tal crueldade, como é que existem pessoas assim!!!

    ResponderEliminar
  5. ainda bem que vocês mostraram isto. é inacreditável,claro que tinha de chorar e ficar chocada com o que vi, mas sim temos de fazer alguma coisa, começando por divulgar!***

    ResponderEliminar
  6. Mafi, lê isto:
    http://visiblechildren.tumblr.com/
    http://ilto.wordpress.com/2006/11/02/the-visible-problem-with-invisible-children/

    ResponderEliminar
  7. Diana, o link que pus na ultima frase remete para esse site. Já tinha visto e não mudo de opinião... Só não contribuo monetariamente. *

    ResponderEliminar
  8. Hoje andei a bater-me com este vídeo. Vi no perfil de um amigo e mostrei a toda a gente, fiquei mesmo impressionada com o conteúdo e sensibilizada com a acção que se está a tomar, é um homem incrível (e o filhote dele também!). A prova de que realmente todos juntos, conseguimos fazer diferença se não nos submetermos à apatia. Beijinhos, Mrs Preston :) *

    ResponderEliminar
  9. merece ser partilhado sem qualquer dúvida!

    Love,
    www.chicksinfeathers.co.cc

    ResponderEliminar
  10. Que aberração ...horrível!!!

    http://Styleloveandsushi.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Também já tinha visto e acredites ou nao lembrei-me de partilhar contigo porque como eles dizem no vídeo uma pessoa pode fazer a diferença e ajudar muito sem que se tenha noçao.
    A minha pulseirinha já vem a caminho :D

    ResponderEliminar
  12. continuaremos a fazer o nosso papel e cumprir o nosso dever enquanto cidadãos do mundo: partilhar e divulgar a atrocidade. e devemos estar orgulhosos do que já estamos a fazer! *

    ResponderEliminar
  13. Estava eu aqui em casa a por.me pronta para sair e depois passo aqui para ver este video. E fiquei assim chocada (ainda bem que ainda não pus maquilhagem porque ao que chorei) com isto e a pensar que podemos fazer alguma coisa. *

    ResponderEliminar
  14. Descobri isto hoje, e vi o video sempre de lágrima no olho... É impensável e imperdoável que ainda aconteçam este tipo de coisas, tentei comprar a pulseirinha mas sai a 30€ mandar vir para cá por causa dos portes... :(
    No entanto já partilhei no face, acho que este tipo de iniciativas merecem mesmo a atenção... infelizmente...

    ResponderEliminar
  15. Mafalda,

    ainda não tinha visto este vídeo, nem sabia da existência deste monstro, e fiquei horrorizada. A vida que aquelas crianças tê, coitadinhas, não é humano. Este monstro tem de ser travado o quanto antes.
    Também vou divulgar este vídeo, é sempre uma mais valia e uma forma de podermos ajudar.

    Obrigada por me teres mostrado isto *

    ResponderEliminar
  16. Todos juntos acredito que possamos fazer a diferença e se os blogs são difusores de tendências também devem alertar para estes assuntos!

    ResponderEliminar
  17. Foi graças a ti que ouvi falar deste assunto, e foi em ti que pensei quando vi este filme.
    http://likecrystalwater.blogspot.com/2012/03/cinema-20.html

    ResponderEliminar

Contact

Com tecnologia do Blogger.

Instagram - @mafalda_beirao

© MALMEQUER
Design by The Basic Page