Paper Fortress: 2009 - 2011 Reflection from Paper Fortress on Vimeo.

Que sensação é esta que nos faz pedir sempre mais, querer sempre mais da vida e nunca estar satisfeito com o que temos? Se nos faz falta, queixamo-nos. Se temos de mais, começa a surgir a desconfiança... E por muito que queiramos ver o copo cheio, o que é que nos leva a virar o copo ao contrário e esvaziá-lo por completo?
As coisas correm a uma velocidade tal que não já não sabemos aproveitá-las no seu devido tempo. Há sempre sede de mais e tudo se torna tão efémero. Não sabemos dar valor ao que temos no momento porque procuramos sempre mais e mais. O ser humano nunca está satisfeito e a procura nunca termina. Se nos derem o mundo, porque é que não temos a lua, as estrelas, todas as constelações? O mundo é imenso, pois é. Mas não nos chega. Se há mais, porque é que não podemos ter esse mais? Queremos forçosamente. E queremo-lo já, no momento. Sem porquês, sem flexibilidade, sem nada. Apenas com a exigência do querer que nos é inato.
Precisamos de reaprender a amar as pequenas coisas, os pequenos detalhes. Precisamos de nos apaixonar por pequenas acções e viver pequenos momentos que nos põem de sorriso na cara. De viver com o hoje e esperar que o amanhã nos complemente tanto ou mais ainda. Porque lamentar o que nos faz falta hoje em vez de dar valor a tudo o que nos foi dado? Talvez se aprendêssemos tudo isto, se aprendermos a valorizar os pequenos bens do dia-a-dia, conseguíssemos ser mais felizes.

Chega de lamentar pelo que não há hoje. Chega de derramar lágrimas pela falta de algo que não sabemos o que é ter. Chega de suposições de como seria o futuro com algo mais do que o que temos hoje. Era tudo mais simples se apenas vivêssemos o agora... 

8 comentários

  1. Tens toda a razão. Vivemos com aquela rede de segurança que nos faz apreciar pouco o que temos. Sem ela, sabíamos que podíamos cair sem amparo a qualquer momento e assim, agarrar-nos-íamos muito mais a tudo. Temos que reaprender a fazê-lo !

    Gostei muito do vídeo : )
    Beijinho e "make every moment count" :P

    ***
    www.laissezmoi.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Aww obrigada! ^^

    Quanto ao teu post, já pensei no mesmo várias vezes. Acho que é algo que faz parte do ser humano. Por muito que tentemos lutar contra isso, não conseguimos fugir desse sentimento por muito tempo. Por outro lado, se não fôssemos uns "eternos insatisfeitos" talvez não lutaríamos por aquilo que queremos da forma que lutamos...

    ResponderEliminar
  3. é muito verdade... nunca estamos bem com o que temos, quand temos o quye desjamos há sempre algo que fica a faltar... acho que esse é um dos grandes misterios da vida...

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Gostei mesmo muito deste post! Estava a precisar de ler isto ;)

    bjs

    ResponderEliminar
  5. já tinha posto este vídeo e realmente é tão perfeito! claro que fazes já parte da minha vida :) *********mil

    ResponderEliminar
  6. É msm tão verdade...e eu tento combater isso tds os dias...pq é msm uma tendência q eu tenho, e admito. :|

    Mas esforço-me tds os dias para dar valor ao q tenho, a quem tenho, e o q d positivo acontece, em vez de ligar demasiado às coisas negativas.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. E concordo plenamente com cada palavra que escreveste. Mas depois também há o outro lado da moeda... " Não guardes para amanhã o que podes fazer hoje" !


    *

    ResponderEliminar

Contact

Com tecnologia do Blogger.

Instagram - @mafalda_beirao

© MALMEQUER
Design by The Basic Page