Ponderei imenso em fazer este post ou não, mas como o blog é meu, ainda tenho a liberdade de me expressar. 
Como muitos de vocês devem ter visto, houve alguém sem vida que resolveu comentar que eu sou fútil, sem conteúdo, que só compro coisas dia sim dia sim e que ainda ponho uma foto de uns livrinhos para mostrar que afinal até nem sou tão sem conteúdo... E que toda a blogosfera está cheia de gente como eu... 
Well, por onde começar? First of all, volto a repetir, o blog é meu, escrevo o que eu quero e o que bem me apetece. Se isso me faz fútil, so be it. Mas aposto que o hater que escreveu aquele comentário não sabe 1/10 da minha vida para dizer se eu sou isto ou aquilo... Até porque, sinceramente, dos seguidores regulares que o malmequer tem, talvez sejam poucos os que sabem realmente algo do meu dia-a-dia e da minha vida. E apenas esses eu assumo que critiquem e que comentem o que faço ou deixo de fazer. 
Second, quando eu não gosto de algo, a minha atitude é apenas uma: desligo-me do assunto! Se o meu blog é assim tão fútil, se eu sou assim tão sem conteúdo, porque vir cá? Porque comentar? Porque visitar a blogosfera se somos todos iguais? Meu querido anónimo hater, isso só lhe faz mal porque só se chateia... E sabe, fútil como sou, até diria que isso só lhe faz é rugas! Que chatice! 
Mas o mais giro disto tudo é escondermo-nos atrás de um Anónimo. É tão fácil falar quando não se sabe quem nós somos. É tão bom mandar postas de pescada quando sabem que nada poderá vir de retorno a nós. E quanto a isso, eu prefiro ser fútil a cobarde! E por mim, podem comentar as vezes que quiserem a falar mal seja do que for porque eu não vou retirar a possibilidade de anónimos comentarem. Até porque, ao contrário destes haters estúpidos, há quem comente em anónimo simplesmente porque não faz parte do mundo dos blogs. E porque, mais uma vez, o blog é meu e faço o que quero. E não, também não tenho medo e não fico reprimida. Não me importo nada de os publicar e não fico toda aflita cada vez que os recebo... Wait, mas estou a fazer um post sobre isso... Bolas, que fútil que eu sou.

Isto tudo para dizer que não me conhecem, não me critiquem. E quando o fizerem, ganhem pelinhos no peito e pelo menos assumam quem são, não o façam atrás de uma máscara de desconhecidos. Ah e voltem amanhã porque tenho um post TÃO fútil programado que aposto que vos vai dar imensa comichão! Porque já dizia a dear Kelly Osbourne “Haters are just confused admirers!”.

Quanto aos seguidores que aqui passam, obrigado a todo o feedback positivo que me foi dado depois daquele ridículo comentário. É bom ver que, apesar daquelas ideias, ainda há quem goste de passar aqui. 

14 comentários

  1. ai fiiilha, não ligues. Eu por acaso penso logo que é alguém que até nos conhece, ou da escola, ou do trabalho, ou tem amigos em comum, e que tem alguma inveja...e aproveita estas coisinhas para desabafar e se sentir um pouco melhor consigo próprio/a.

    ResponderEliminar
  2. Maf, haters gonna hate, always.
    Contentinho está ele/a agora porque teve o seu tempo de antena. É exactamente isso, fuck off. :)

    ResponderEliminar
  3. eu só passo aqui porque tu me obrigas :p

    e quando vejo alguém a chamar futil a outro dá me vontade de perguntar se a pessoa é nudista? é que se compramos roupa, somos futeis.
    se quem critica a futilidade, não deve ser futil, andará nu?
    que mal tem aliar a necessidade ao bom gosto?
    deixa lá, antes futil que bebeda. Como eu :p

    ResponderEliminar
  4. nem acredito no que estou a ler, melody maria ;) sabes, costumam dizer que, se falam nas nossas costas, é porque devemos ter um rabo espectacular ;)

    não percebo como há pessoas que se dão ao trabalho de vir ler o q escrevemos só para criticar. e ainda por cima acobardam-se. pah, deixa lá isso. falando por mim...mas tens gente que te adora mesmo sem te conhecer mt bem:)

    e eu tb hei-de continuar a fazer o que me apetece no meu blog. como dizem as crianças - eu faço o que eu quero, não mandas em mim ;)

    ah, e sim, és muito fútil. nem trabalhas, nem nada, vives num closet cheio de sapatos, né?:P

    eu tb;)

    ResponderEliminar
  5. amei a frase honey! haters are just confused admirers :D pq é tão vdd isso...

    Continua cm és Melody, nós gostamos d ti assim :) :) e os haters q vão levar no cu ;) (eu sou uma mulher do norte sorry)

    beijinhos

    P.S. Li, algures na blogosfera, que, qd começamos a receber comentários anónimos é sinal q o nosso blog é tão bom e tem tanto sucesso, q a inveja começa a dar d si ;) por isso... PARABÉNS loool (e caga neles, mesmo!!)

    ResponderEliminar
  6. todos e todas os temos não é? infelizmente não são uma espécie em vias de extinção, oxalá fossem.
    deixá-los dizer, criticar, implicar. se cá passam é porque há aqui qualquer coisa que chama por eles.

    head up HIGH, always.

    *I heart you*

    ResponderEliminar
  7. Oh my love não te incomodes com isto nem percas tempo com gentinha!!

    os anónimos cansam-me a beleza poh :/ grrrr... no comments!


    Beijão*

    ResponderEliminar
  8. Hey, haters make you famous! Eu sou um anónimo, embora no sapo usavasse o nick 'likearose' e pouquíssimas vezes comento... Este/a hater é provavelmente alguém com muita inveja e/ou alguém que só quer atenção. Eu continuo a checkar o teu blog dia sim dia não embora mais de 80% do conteúdo já não me diga 'respeito'... Tornou-se um hábito, e sejam os teus posts o que forem, sabe desde já que de mim sempre terás respeito e admiração. Continua com o teu magnifico blog, e continua a ser tu mesma. Beijinho*

    Ps: se um dia acabares o anonimato faço um blog de propósito se tiver algo comentar... HXC LIVES!

    ResponderEliminar
  9. A única vez que tive um comentário anónimo desses (já tive mais um ou dois, mas nada de especial e juro que me ri) era de uma pessoa que eu conhecia. Não sei quem é. Mas sei que me conhecia porque me acusou de plágio de um objecto que fiz durante a licenciatura (mais tarde vim a provar que o que eu fiz foi feito antes desse objecto que "plagiei")... e eu nunca tinha falado disso no blog (estive 3 anos na licenciatura com uma pessoa que me odeia!! E desconhecia!)! Foi a única vez que me irritei mesmo a sério. Depois disto, qualquer coisa é peanuts!! Acho que nem vale a pena preocupares-te com isso porque o que eles mais lêem são coisas tipo "se não gostam não venham". Mas eles vêm e vêm e vêm.

    Depois deste texto gigante a expressão é mesmo "caga nisso". Eu já adoptei a posição, quando tiver algum desses comentários, de não os publicar. Ninguém sabe, só eu e os haters! E se eles vierem, eu volto a não aceitar! :) não me apetece chatear! É o MEU blog! E o teu é ÓPTIMO!!!! :D

    Já me alonguei!

    ResponderEliminar
  10. nunca recebi um comentário assim..e n vi o teu...mas ja vi do genero em outros blogs. é triste sentir que há quem espalhe odio so pq sim. mas acima de tudo tens de te focar no pq de teres o blog e em NÓS que o adoramos!!! eu venho ca todos os dias e so venho espalhar amor? deal xuxu? :) a quote da kelly é qq coisa de hilááááááário!! ahahahahah *

    ResponderEliminar
  11. Nem me tinha apercebido do q se estava a passar e até estou parva com isto. O melhor q fazes é ignorar essa parva(o) q além de cobarde pelos vistos n tem mesmo mais nada para fazer. E qt a este post, sei q sentiste q o deverias fazer, mas na minha opinião, é só estar a dar "poder" a quem te anda a chatear. Adoro o teu blog, tal como montes de pessoas. Tenho pena dessa tal de anonima ou anonimo, pq no fundo deve ser uma mal amada e anda com uma bruta dor de cotovelo.
    C..a nisso.

    Bj

    ResponderEliminar
  12. Dor de cotovelo dóiiiii ... Como se diz: Vozes de burro não chegam ao céu :) beijinho

    ResponderEliminar
  13. não ligues! :) quem não gosta não olha não é? gosto muito do teu blog e não sou a unica de certeza!

    ResponderEliminar
  14. São pessoas dessas que nunca na vida terão pessoas como tu na vida delas. Porque pessoas dessas não merecem que pessoas como tu, inteligentes e amigas, lhes passem cartão!

    Caga nisso pah!!
    ****

    ResponderEliminar

Contact

Com tecnologia do Blogger.

Instagram - @mafalda_beirao

© MALMEQUER
Design by The Basic Page